Archive for 01/04/09 - 01/05/09

Tales of Revolution 02

por Mazaki.
Olá pessoal, demorei mas voltei para publicar o segundo capítulo de Tales of Revolution. Devo me desculpar pelo atraso, mas tinha que produzir o animeke do maior evento do estado sabe xD *não moro em sampa, então não chega perto do nivel do Anime Friends não*, foi bom, o melhor animeke dentro da realidade das terras daqui.
Agora, antes do publicar o fic só gostaria de agradecer a Dayane pelos comentários em vários fics que tem feito! Obrigada pelas opiniões Dayane, espero que continue lendo e gostando do conteúdo do Kono Ai Setsu =) . Devido a falta de tempo das administradoras o blog caminha calmamente, mas pode contar que parar de vez novamente não acontecerá tão cedo. Obrigada por ler!
Agora sim! Ao fic!

Revolution 02: O Caminhar pelo tempo.


          “Depois de tudo.... você cumpriu a promessa.”


            Aquela cidade era diferente das outras, não entendia o porquê, mas sentir aquele vento suave soprando-lhe o rosto ao sair da estação de trem parecia uma sensação completamente diferente da que tivera nas outras tantas cidades que vasculhara nos últimos anos.


“Depois de tudo você disse ‘algum dia’ não foi?”


Seu coração pulava de modo ansioso, algo dentro dela queria acreditar que sua busca havia terminado, mas tinha medo de se decepcionar novamente. O mundo era muito grande, claro que era possível que precisasse procurar por muito mais anos.


“Depois de tudo o que você fez eu não posso fingir que nada mudou. Porque tudo mudou.”


Mas ela queria acreditar que era verdade, porque já estava cansada daquele mundo frio sem a companhia da pessoa que lutara tanto para dar-lhe a chance de viver verdadeiramente. Não ser mais um marionete era ótimo, mas ainda faltava-lhe uma parte da alma enquanto estivesse longe dela. Hoje conseguia ver claramente a cada dia como não existia vida para ela se não fosse com quem ela.... amava... sim... amava completamente. Como...... pode um dia duvidar?


“Eu vou te encontrar em qualquer lugar que esteja, eu vou procurar todo o tempo que for preciso, porque foi você quem me mostrou o que era sentir. Porque só você me faz sentir, com seus gestos, suas palavras, sua luta.”


- Chuchu, dessa vez você fica quieto no hotel enquanto eu ando pela cidade certo? Não quero que tenhamos outro problema como aquele da última vez, a cadeia não parece um lugar muito seguro...

- Chu?!


“Eu vou te encontrar, eu prometo.”


A garota de longos cabelos azulados olhou para o céu e deixou um sorriso escapar. Tinha algo de diferente, tinha que ter. Alguma coisa bem no fundo do seu coração lhe dizia. Dessa vez, só desta vez ela ia acreditar com todas as forças, mesmo que não fosse verdade.


“Afinal, você é o príncipe que eu tanto esperei.”.







- Hime...................

O tempo pareceu parar por alguns segundos, os segundos que os olhos azuis encararam os verdes e os significados passaram de um olhar para o outro, sem palavras ou frases, nem em pensamento. Um instante que estava fora da realidade. Eterno:

- Quem é ela Utena? – perguntou Kaido acordando as duas garotas do momento que se encararam.

- Eu....... sei lah. – disse Utena meio confusa coçando a cabeça. O que estava pensando a meio segundo atrás mesmo? Porque diabos seu coração ainda pulava levemente pela visão daquela garota? E porque tinha a estranha impressão que conhecia ela mais do que conhecia Kaido que vivia grudado nela nos últimos três anos? Alias....... três anos?

- O-olá. - curvou-se levemente a garota, parecia também estar levemente atordoada na visão de Utena, mas isso não lhe ajudava em nada a jovem de cabelos rosado a entender a situação.  – Meu nome é Anthy Himemiya, talvez você não se lembre de mim, Utena Tenjou. – disse Anthy torcendo para que Utena dissesse naquele momento que não fazia idéia de quem ela era.

- Er........ eu não lembro mesmo..... – admitiu a jovem de cabelos cor de rosa sentindo incrivelmente burra por não lembrar daquela garota que chocara tanto seus sentidos por algum motivo misterioso. – De onde nos conhecemos..... er.... Anthy-san?

“Anthy-san…” soava extremamente estranho aos lábios de Utena:

- Nos conhecemos na época que estudávamos na mesma escola. Freqüentávamos a oitava série, terceiro ginasial. – contou Anthy realmente resumindo MUITO do que havia para se dizer sobre o passado.

- Terceiro........... ginasial...................  – Utena fez um esforço gigantesco mental para se lembrar dessa época e foi só então que percebeu: era isso que faltava na sua vida que lhe dava aquela sensação constante de vazio?! Conseguia lembrar-se perfeitamente do segundo colegial, mas um ano inteiro da sua vida havia virado pó! Como era possível ter esquecido de um ano inteiro de sua vida? Como podia ter esquecido daquela garota tão linda que lhe falava?! (“hein?! O que eu pensei?!?!”) Mas ainda parecia faltar algo.... o que? – Eu não lembro dessa época..... estranho....

- Estranho mesmo. Eu lembro que você passou um ano fora.... apesar de nem lembrar o porque, achei até que não te veria de novo.... – comentou Kaido tentando entender também a situação. – Mas você não lembra mesmo de nada Utena?

- Não......

- Ora! - começou Anthy tentando ser natural quanto possível. – Podemos dar um passeio e lembrar daquela época não acha? – claro que ela não pretendia ajudar Utena a lembrar sobre o Conto da Rosa na presença daquele rapaz (seria algum namorado? A idéia soava completamente absurda e sem sentido. Obvio que Utena não tinha um namorado!! E desde quando ela, Anthy , havia aprendido a ter ciúmes??).

- Bem, agente tava indo almoçar.... bem que você poderia ir com agente, não acha Utena? – sugeriu Kaido sorrindo de modo gentil e Anthy retribuiu o sorriso (“namorado nunca!”).

- É...... você aceita........er... Anthy-san? – convidou a garota de uniforme masculino achando muito estranho falar “Anthy-san”, já havia mesmo chamado alguém assim na vida?

- Seria um prazer Utena........san. - aceitou a morena sorrindo e os três começaram a caminhar em direção ao restaurante com ramen delicioso.

Utena passou a maior parte do almoço calada e até depois, quando os três deram uma volta pelo centro da cidade. Anthy e Kaido falaram sobre tudo naquele meio tempo enquanto a jovem calada não conseguia tirar os olhos observando a outra. Quem era aquela garota? Como podia sentir tanto que a conhecia? Como podia não se lembrar de absolutamente nada daquela época? Era um ano de sua vida!

Quanto mais tempo andavam, menos Utena conseguia se questionar, afinal já estava em círculos nos seus pensamentos. Detinha-se a observar o comportamento de Anthy, seus gestos gentis e suas palavras doces feliz de exibir seus conhecimentos sobre plantas para Kaido que parecia muito interessado. Teria o amigo finalmente desencantando de olhar apenas para ela? Mas.... porque tinha que ser logo com Anthy?!?! Será que ela não era capaz de gostar de alguma garota que pudesse gostar?!?! Mas, alias... por que mesmo não podia ser Anthy que ele gostasse? E desde quando ela, Utena, tinha parado pra reparar tanto em uma garota???? Pensando bem... ela já tinha reparado em alguém?

“Definitivamente se não sou pirada, vou acabar o dia pirada” *gota*.







- Nossa, foi realmente um dia muito divertido Anthy! – exclamou Kaido quando os três sentaram no banco da praça já próximo do entardecer, o céu ficando alaranjado. – Você é uma pessoa muito interessante de se conhecer!

- Também fico feliz em ter o conhecido Kaido. – disse Anthy sorrindo, mas internamente se perguntando quando ele cansaria e iria embora.

- É mesmo muito estranho que Utena não se lembre de ter te conhecido! Você uma pessoa muito interessante para se esquecer assim Anthy-chan! – riu-se o jovem fazendo o sorriso de Anthy ficar sem jeito e Utena encara-lo emburrada.

- Também acho estranho ter esquecido assim da Himemiya...  – concordou apoiando o queixo na mão encarando o parque.

- Você disse.... – começou Anthy espantada por ter sido chamada como do modo que sempre fora pela outra.

- Hm....? – Utena virou o rosto para fintar os olhos da morena. O nome havia sido completamente inconsciente, mas também tinha deixando uma sensação estranha aos ouvidos da jovem. Como quase voltar no tempo. Porque Anthy Himemiya, que nem lembrava ter conhecido, lhe fazia sentir coisas tão estranhas sem o mínimo de esforço?

- Puxa, eu esqueci que tenho um trabalho de Historia pra fazer! – exclamou o Kaido dando um tapa na própria testa despertando as garotas que se encaravam silenciosamente.

- O trabalho de amanhã? Você é muito esquecido Kaido. – comentou Utena sem emoção levantando o rosto apoiando na direção de Kaido. Por que ela sentia aquela raiva de ser interrompida quando tentava vasculhar seu passado nos olhos de Himemiya? Seus pensamentos já estavam parecendo sem sentido, devia ser sinal de que estava mesmo pirando.

- Não enche Utena! – reclamou Kaido fazendo Anthy erguer as sobrancelhas (“Como ousa falar assim com minha senhora... digo, com a Utena?!”). O rapaz muitas vezes esquecia que Utena era uma garota quando ela o irritava, tudo culpa daquela mania de se vestir de homem! Ele ainda daria um jeito nessa mania..... dela!

- Hunf...

- Bom.... – começou respirando para se acalmar e voltando-se com um sorriso gentil para Anthy. – Infelizmente creio que eu terei que abandona-las garotas... – Utena poderia jurar que saltariam corações brilhantes dos olhos de Kaido para Himemiya devido ao tom meigo que usara, mas resolveu não provocar uma briga na frente da garota, estava mesmo a tempos querendo que o amigo fosse embora.

- Poderemos nos ver novamente outro dia Kaido-kun. – disse Anthy sorrindo fazendo o garoto assumir um ar ainda mais abobalhado.

 Depois de mais alguns minutos de despedidas adocicadas de Kaido para Himemiya enquanto Utena se segurava para não fazer comentários zombeteiros o rapaz partiu deixando as duas garotas paradas ao portão do parque.

O silencio prevaleceu entre as duas por algum tempo, depois sem dizer nada, elas começaram a caminhar pela cidade, Himemiya seguindo lado a lado os passos de Utena. Ambas perdidas em suas reflexões sobre a outra. Não trocaram uma palavra sequer até chegaram à frente de uma casa comum, com um bonito jardim meio maltratado na frente:

- Moro aqui com minha tia, mas desde que voltei pra cá ela está fora, a trabalho, só nos vemos nos feriados e festas de fim de ano. – contou Utena observando Himemiya que por sua vez fintava o jardim.

- Você sempre teve que saber se virar sozinha não é Utena? – perguntou a morena com os olhos perdidos pelas flores, mas o pensamento muito concentrado.

Utena não conseguiu responder imediatamente. A voz da garota soava muito mais próxima agora que estava a sós. Pelo visto realmente não era impressão achar que tinha muito mais a ser dito sobre o um ano que sumira de sua vida:

- É verdade... – concordou por fim, então percebeu a pequena maleta nas mãos da outra. – Você está de passagem pela cidade?

- Na verdade sim.

- E não vai ficar tarde para voltar para o seu hotel?

-.... cheguei hoje, ainda não aluguei um quarto.

- Não alugou? Então não pretende ficar muito tempo... – disse a garota com um tom um levemente desapontado que foi percebido por Himemiya.

- Eu só precisava encontrar algo, então não me preocupei com um hotel.

- ..... – “encontrar algo”? Estava falando............ dela? Por que estaria?

- Você tem um belo jardim, só está meio descuidado. – disse Anthy sorrindo levemente e virando o rosto para Utena que não conseguiu evitar sentir o coração saltar de leve no peito.

- Não quer passar a noite aqui em casa? Tem muitos quartos.... já está ficando tarde para procurar um hotel. – ofereceu a garota de cabelos rosados aproximando-se da caixa de correio, tentando arrumar um bom motivo para não olhar demais para aqueles olhos verdes.

- Puxa, eu agradeceria......... – disse a morena parando a fala ao observar a expressão da outra mudar quando ela pegou as cartas e deixou todas, menos uma cair de suas mãos. – U..........Utena?

Uma carta com um selo em forma de rosa lacrando-a.

[CONTINUA]

sexta-feira, 10 de abril de 2009
Posted by LKMazaki

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -